"Oras, se você quiser se divertir, invente suas próprias canções." (Renato Russo)

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

Já que o sono não vem,

já que tá difícil dormir,

senta aqui do meu lado,

vamos conversar.

Tenho muito o que dizer,

também quero te ouvir,

falar sobre a vida

relembrar o passado.

 

Preciso te contar o que aconteceu

quando fui embora,

das lembranças dos dias que estive fora,

de quando virei as costas,

de quando fechei a porta.

 

Sei que muita dor eu causei...

vaguei sozinho...

corações machuquei...

e caminhei entre espinhos,

só que ninguém percebeu

que eu não conhecia o caminho.

E quantas pessoas encontrei perdidas como eu?

Passamos fome, sentimos sede

e tivemos frio quando o dia escureceu.

 

Foi quando me lembrei

de tudo que eu deixei quando te abandonei.

E a saudade do tempo que ficava

como criança em seus braços

fez crescer em mim a esperança

de renovar nossa aliança.

 

Voltei!

E como um abraço e um beijo fui recebido.

E é tão bom estar contigo!!

Agora mais do que nunca eu sei

teus braços são meu melhor abrigo!

Hoje a felicidade mora aqui comigo! 

publicado por Gizele Alves às 21:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


posts recentes

Doce Reencontro

últ. comentários
Oi Gi, coloquei seu blog nos meus links.gostei mui...
Voltou a escrever gi!!! Que ótimo!!!E tá escrevend...
Oi Gi!Puxa... tá inspirada hein!Passa um pouco des...
Que triste Gi!Puxa... me emocionou mesmo esse text...
Gi,Lindo.. muito lindo...Realmente... não há coisa...
A vida só se compreender mediante a um retorno ao ...
Oi Gi,muito interessante este seu texto.Bom seria ...
Isa, a intenção não era dizer que alguém é mais ou...
oi gizele!teus poemas sao lindos, mas desculpa, as...
Olá Gizele,Obrigado pelas palavras, tbm vi seu blo...
arquivos
links

blogs SAPO


Universidade de Aveiro