"Oras, se você quiser se divertir, invente suas próprias canções." (Renato Russo)

Domingo, 1 de Fevereiro de 2009

Choveu muito nestes últimos dias.
Hoje o sol resolveu aparecer,
mas em nossas tardes ainda sentimos a chuva fria.

 

Tivemos tristeza e frio em pleno verão.
Um vazio e o pranto que causam vertigem.
E a saudade esmagando o coração.

 

A quanto tempo não te vejo?
Quando foi o último abraço?
E agora? Quando será o próximo beijo?


Se o tempo pudesse voltar.
Se o tempo pudesse não existir.
Se pudéssemos tê-lo feito parar!

 

Será muito grande o desafio de seguir em frente,
mas sei que torcerá por nós como um anjo no céu,
e nós seguiremos o exemplo que deixou pra gente.

 

Sabemos que tua vida não acabou aqui,
Mesmo que o corpo passe,
nosso amor e amizade continuarão a existir.

publicado por Gizele Alves às 19:00
link do post | comentar | ver comentários (5) | | | favorito

Domingo, 23 de Novembro de 2008

 

O sofrimento é de todo ruim?

Não é este mesmo sofrimento que te faz se aproximar mais de você mesmo?

Não é tentando entender nosso sofrimento que nos tornamos entendedores de nós mesmos?

E não é a agonia da dor que te faz querer buscar a cura?

A partir do vazio nasce o desejo de preenche-lo.

Nossas dores e sofrimentos deveriam ser vistos como experiencias necessárias para o nascimento de uma vida nova.

Na verdade tudo aquilo que nasce, paradoxalmente, precisou primeiro passar pelo sofrimento de morrer, deixar para traz a vida antiga.

Assim a mãe precisou passar pelas duras dores do parto para ter em seus braços aquele que será seu maior motivo de alegria.

Nós nascemos com medo, aos berros, sentindo pela primeira vez o ar rasgando nossos pulmões, dores necessárias para quem quer começar uma nova vida.

E a bela transformação das borboletas? Presa em seu casulo sofre para se libertar. Esforço mais que necessário para que suas asas, além de belas, sejam fortes o bastante para voar.

Também para as flores não deve ter sido fácil, tão frágeis, atravessar a terra para exibir ao mundo suas lindas cores.

Nossos sofrimentos devem ser encarados como exercícios para o fortalecimento da alma. Alma que se torna forte e preparada para o próximo desafio. É nisto que se consiste a vida: Desafios!

E dentro de uma mesma vida, deve ser vivido todos os dias este ciclo: Morre o homem velho, nasce um homem novo.

 

publicado por Gizele Alves às 12:23
link do post | comentar | | | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


últ. comentários
Oi Gi, coloquei seu blog nos meus links.gostei mui...
Voltou a escrever gi!!! Que ótimo!!!E tá escrevend...
Oi Gi!Puxa... tá inspirada hein!Passa um pouco des...
Que triste Gi!Puxa... me emocionou mesmo esse text...
Gi,Lindo.. muito lindo...Realmente... não há coisa...
A vida só se compreender mediante a um retorno ao ...
Oi Gi,muito interessante este seu texto.Bom seria ...
Isa, a intenção não era dizer que alguém é mais ou...
oi gizele!teus poemas sao lindos, mas desculpa, as...
Olá Gizele,Obrigado pelas palavras, tbm vi seu blo...
arquivos
links
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro